Witzel se manifesta sobre volta do futebol, no RJ, após conversa com presidente do Fla

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel se manifestou sobre a volta de jogos e treinos, no Rio de Janeiro, por nota a imprensa.

Witzel afirma que não é o momento, pois a pandemia, ainda, é um problema grave, no estado:

Eu quero me manifestar absolutamente contrário à realização de jogos de futebol ou treinos. A pandemia ainda é grave e considero que neste momento não é adequado para a saúde e a segurança dos atletas ou de todos aqueles envolvidos, nos jogos e treinamentos.

Somente Botafogo, Flamengo e Vasco estariam com o intuito de voltar aos treinos, ainda essa semana, mas tiveram que optar por mais dez dias de férias.

Segundo o jornal, O GLOBO, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, teria pressionado o governador a liberar os clubes para voltar aos treinos, primeiramente.

Landim segue sendo apoiado por outros times que também dependem da posição do governo. Com o intuito de convencer que a volta aos treinos é segura, ele está a frente nas conversas sobre o assunto, pois teria bom relacionamento com o governador.

Com o Maracanã cedido para o Estado como hospital de campanha para atendimentos médicos, a sugestão da direção rubro-negra seria jogar na Gávea, sem público.

Ainda haveria negociações para a transmissão dos jogos que faltam, da Taça Rio e/ou finais do Estadual.

Nota do Estado:

“O artigo 4º do decreto estadual 46.980 determina a suspensão da realização de eventos e atividades que aglomerem pessoas, no intuito de resguardar o interesse da coletividade na prevenção ao coronavírus. A medida é respaldada pela orientação da Organização Mundial da Saúde que recomenda o isolamento social como forma de conter o avanço da pandemia.”

O decreto de paralisação segue até o dia 30 de abril. Nesse meio tempo, o Rio de Janeiro tem mais de 4.600 infectados e, aproximadamente, 400 óbitos. A taxa de letalidade, no estado, é de 4,6 por cento e ainda há cerca de 185 óbitos sob investigação.

Leia também:

Landim e Witzel conversam

2 comentários em “Witzel se manifesta sobre volta do futebol, no RJ, após conversa com presidente do Fla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *