Confira o que os gringos andam falando do reality, The Circle Brasil

O Enquetepop.com reuniu as resenhas, de diversos sites gringos, que soltaram o verbo sobre o reality queridinho da quarentena brasileira!

Decider

Brazil’ Is Straight Fire and It Will Scorch You

O blog Decider.com afirmou sentir um preconceito no ar, pois três concorrentes são do nordeste, estereótipo parecido com o participante do nordeste dos EUA, mas a versão brasileira parece bem mais interessante.

Para eles, Dumaresq é o mais popular de todos, como Chris, na versão americana, passando uma impressão de ter um “show”construído, em volta deles. Logo depois, uma dúvida foi levantada: Por que fingir que o prédio do The Circle Brasil fica no Brasil? O programa acha que as pessoas não procuram no Google “localização do prédio The Circle Brasil”?

A crítica é finalizada dizendo que o reality brasileiro tem todo um brilho sul americano, que aumenta a vontade de assisti-lo.

Explore Entertainment

O blog resume dizendo que o reality é estrelado por uma atriz, modelo e youtuber, com mais de 4 milhões de seguidores, chamada Giovana Ebwank e destaca que o único personagem brasileiro que foge dos estereótipos, da versão original, é Rob/Julia.

Screenrant

Já o blog, Screennrant fala que o Brasil é o lugar perfeito para a Netflix produzir uma temporada do The Circle. O site compara a primeira temporada americana com os quatro primeiros episódios, da versão brasileira. A primeira comparação feita é entre o comportamento dos participantes americanos com o dos brasileiros, nos jogos de perguntas. Muitas delas foram constrangedoras para os gringos, que passaram a impressão de estar somente salvando sua pele, porém os brasileiros não se conteram em suas respostas, convencendo os telespectadores

Logo depois, a quantidade de participantes no reality brasileiro, foi classificada como massante, diferente da versão americana, que foi mais leve e não obrigou os fãs a conhecerem nove pessoas, no mesmo episódio.

Foto:Netflix

Também é visto uma semelhança na forma como a primeira bloqueada foi julgada. Alana e Ana Carla pareceram fakes, pros participantes, logo de cara.

As primeiras duplas a se tonarem influencers, também foram comparadas. Dumaresq (extravagante) e Marina(divertida) foram bem vistos, pois são além de sua beleza, sendo autênticos, diferente de Antonie e Sammie, que são considerados héteros padrão, sem mais.

Rob foi criticado por ter exagerado na personalidade agressiva, de sua fake Julia. É destacado a forma que Rob insistiu no papo de Luma ser trans. O comportamento foi visto como problemático, sendo o estopim para que fosse bloqueado.

Muitos elogios foram dados a forma com que o reality brasileiro mostrou como um programa pode incentivar a inclusão, pois, geralmente, os realitys gringos não possuem mais de dois gays ou lésbicas, em seu elenco, diferente de nossa versão.

Ana Carla, JP e Akel foram classificados como jogadores superficiais. Gaybol foi visto como um cara que demorou pra se mostrar, o que ajudou o participante a ter uma má impressão, nos primeiros episódios.

Um momento que os fãs gringos esperam ansiosamente que tenha, na segunda temporada, é o “terno”com captura de movimento que os gêmeos Lucas e Marcel (Luma) usaram para interagir com outros participantes. O blog classificou como uma idéia fantástica.

Destaque para Rayssa e Luma, que foram vistos como mais carismáticos, do que os nove primeiros participantes, tendo torcida gringa garantida pros dois.

Foram classificadas como as piores estratégias para se destacar no jogo, a de Júlia, que causou a impressão de dar um tiro no próprio pé, ao dar mole para vários participantes, ao mesmo tempo e Akel, por escolher uma profissão difícil de mentir. Já no reality americano, os participantes seguiram estereótipos de solteiros e jovens, agradando a todos.

O que todos nós concordamos é que o The Circle Brasil é a melhor e mais autêntica versão do reality!!!!!

Um comentário em “Confira o que os gringos andam falando do reality, The Circle Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *