Flamengo liberará Maracanã para o uso no combate ao Covid-19

O Clube de Regatas do Flamengo, junto com o governo do Estado do Rio de Janeiro, estudam de quais formas o Maracanã poderá ajudar, no combate ao coronavírus. O clube disponibilizou, também, a sede da Gávea e estudam a melhor forma de instalar leitos para suspeitos de terem contraído o vírus. Até o gramado poderá ser utilizado, mesmo que cause alguns danos.

O Clube de Regatas do Flamengo informa que colocou à disposição do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Prefeitura o Ginásio Hélio Maurício (por conta da proximidade ao Hospital Miguel Couto), na Gávea, para o combate ao coronavírus. O Clube também está à disposição para ajudar em qualquer ação projetada para o complexo Maracanã/Maracanãzinho, pertencente ao Estado e hoje administrado por Flamengo e Fluminense.

A iniciativa trará melhorias no atendimento aos doentes, pois liberará outros leitos, em diversos lugares, para atender melhor a todos cariocas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *